quinta-feira, 24 de março de 2011

77|Pensamento


O pensamento flui mas as palavras não saem,
Presas na garganta como pregos enferrujados numa tábua.
Por mais que tente e me esforce
Não consigo fazer passar esta dor
O passado não me larga e o futuro não me parece melhor
No presente não sei o que fazer nem o que dizer,
Sinto-me como um pássaro cheio de vontade de voar,
Mas que esta preso numa gaiola e vê o tempo a passar.
O tempo passa mas as memórias ficam e os pesadelos não param
sempre que fecho os olhos.
Não sei o que fazer para acabar com isto
Posso estar ou parecer feliz de vez em quando,
Mas na realidade o meu interior
Desgasta-se pouco a pouco.

14 comentários:

  1. wow! Amei! Está mesmo muito giro! Parabéns! beijo!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Gonçalo :)

    Que lindo texto... Mas toda a angústia um dia passa e a gaiola irá abrir-se para deixar o passarinho voar.

    ResponderExcluir
  3. vais ver que um dia tudo passará e uma leve brisa tudo levará :)

    pois, ele já não é meu melhor amigo, sequer.. ainda por cima ele mudou de escola e está-se a cagar pra mim :s espero que com o teu não seja assim..
    beijinho :*

    ResponderExcluir
  4. Adorei!

    Chegaste a fazer aquilo que estava no outro post, de convidares a rapariga para sair?

    ResponderExcluir
  5. Nao foi bem assim que aconteceu, mas como era para um trabalho de Português tive que exagerar um bocado xD
    Obrigada
    Beijinho*
    Joana Inês (:

    ResponderExcluir
  6. "O pensamento flui mas as palavras não saem,
    Presas na garganta como pregos enferrujados numa tábua."

    Isso acontece taaaaaaaaaantas vezes. :|

    ResponderExcluir