quarta-feira, 9 de março de 2011

68| Esforço em vão

Ontem enquanto ia no metro comecei a pensar..Gostava de parar o tempo pensei eu,
gostava que isso acontece-se para que tudo não passa-se de memorias, para poder estar à vontade sem ninguém para me chatear. Gostava que estivesses comigo e juntos pudesse-mos percorrer o mundo de uma ponta à outra. Mostrar-te todos os recantos que conheço, fazer-te feliz simplesmente. Ter-te ao meu lado nesta altura em que me sinto sozinho, sem um apoio, sem alguém que me de o carinho e as palavras certas que necessito neste momento. Esforço-me para me manter lúcido, para não entrar num estado de auto-destruição enquanto que os meus músculos se contraem ao som desta musica que oiço ao fundo do túnel, como que uma voz que me quer levar para o outro lado da linha, o lado obscuro de uma vida!


Ps: Este post não tem nada a ver comigo..é certo que não estou a passar por um bom momento mas não me sinto assim :)

42 comentários:

  1. wow! *-* Gostei imenso! Acho que essas são as palavras que qualquer rapariga gostaria de ouvir! Gostei imenso das últimas frases! Apesar de estar em prosa, tem um leve toque de poesia que torna o tu texto algo especial! gostei mesmo muito! beijinho!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do texto..e, já percebi que não estás lá no teu melhor :s

    ResponderExcluir
  3. Nao sei, pelo menos ao domingo há que foi quando eu lá estive.

    ResponderExcluir
  4. Eu sinto-me exactamente assim, como no texto.
    Há dias que não acabam, dores que não passam, rotinas que não mudam e pessoas que não voltam. Há muita coisa que eu gostava de mudar, se fosse dona do tempo e do mundo.
    Identifiquei-me imenso com o texto, parabéns, está lindo.

    ResponderExcluir
  5. Gostei :D

    Lá isso é verdade ahah
    Eu dia 8 de Abril entro estou de férias :P

    ResponderExcluir
  6. sim, muito mesmo.
    "Gostava que estivesses comigo e juntos pudesse-mos percorrer o mundo de uma ponta a outra" nem sabes as vezes que repeti(a) esta frase a mim mesma. Mas aprendi que há coisas (e pessoas) que nunca mais voltam..

    Beijo *

    ResponderExcluir
  7. pois, acho que vou ter de abrandar também.xD

    ResponderExcluir
  8. Obrigada!
    Gostei do teu post, às vezes também gostava de parar o tempo por um bocado.

    ResponderExcluir
  9. nao estas a passar por uma bom momento ?! ;s

    se precisares de falar já sabes *.*

    ResponderExcluir
  10. Obrigada, Gonçalo.
    Eu fiz-te a página agora tu é que sabes quando vais lá, não tem mal nenhum.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. é mesmo isso. e adorei o teu texto, por vezes também penso assim :)
    beijinhos *

    ResponderExcluir
  12. OBRIGADA, Gongas :D
    A-DO-REI o texto :o MUITO bom mesmo!

    ResponderExcluir
  13. também eu, adoro. obrigada pela opinião, gonçalo! :D
    gostei muito deste post*

    ResponderExcluir
  14. Bem, eu diria que Kant é a minha grande dor de cabeça :x

    ResponderExcluir
  15. vamos ++ para Nova Iorque ! e a Australia, e ao Japão ! :D

    ResponderExcluir
  16. Uma pessoa odeia história, geografia, e tudo o que tenha a ver com isso, vai pra ciências e ainda tem que gramar com filosofia -.-" Mas português ainda é pior. Quem vai pra humanidades não tem matemática, mas nós temos de ter português. Detesto tanto :s

    ResponderExcluir
  17. Só não mandei vir porque estava com os phones...

    ResponderExcluir
  18. É a nota mais baixa que tenho... Estás em que ano já agora? E que idade tens? (se quiseres dizer, claro) :)

    ResponderExcluir
  19. obrigada :)
    és mesmo simpático :)

    ResponderExcluir
  20. O problema é que eu ainda não visitei nadica fora do país, seria um pouco chato vocês falarem de viagens e o pobre sonhar com elas (ahaha) :$
    Mas sim, é interessante isso.

    Mesmo que não se identifique contigo, o post está lindo! Um grande abraço e muita força, Gonçalo! :)

    ResponderExcluir
  21. mesmo não estando a passar por isso, gostei muito :)

    ResponderExcluir
  22. O texto está lindo e toca-nos a todos cá dentro, porque de um modo ou de outro acho que todos já nos sentimos um bocadinho assim.

    ResponderExcluir
  23. texto extremamente lindo e tocante ! *

    ResponderExcluir